DSpace at My University FACECO - Faculdade de Economia FACECO - Economia
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.uem.mz/handle/123456789/964
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Aplicabilidade das metas para inflação em Moçambique: uma exploração empírica
Autor(es): Lourenço Jr., Ivo Silvério
Primeiro Orientador: Gobe, Artur
Resumo: Devido aos problemas sociais e econômicos que pode gerar, a inflação está no centro das atenções dos governos e, em muitos países, tem sido a primeira prioridade na formulação de políticas. Como resultado, um grande número de países tem procurado assegurar independência institucional ao banco central e estatutariamente direccionar a política monetária para o objectivo primário de alcançar algum tipo de estabilidade de preços. Para alcançar o objectivo da estabilidade de preços, existem 3 estratégias básicas que têm sido usadas pelos bancos centrais: Metas para a Taxa de Câmbio (MTC), Metas para os Agregados Monetários (MM) e Metas para Inflação (MI). Durante muito tempo, a política monetária foi conduzida com base em metas intermediárias, como metas para a taxa de câmbio e agregados monetários. A partir da década 90, os decisores de política passaram a focar directamente na própria inflação. Esta nova abordagem para controlar a inflação é denominada de metas para inflação. A roptura com as com as “velhas” estratégias que vinham sendo praticadas e, a busca de uma nova âncora para a política monetária (PM) está, de modo geral, associado às dificuldades práticas que esses países tiveram para controlar a inflação usando as duas estratégias anteriores. As evidências empíricas mostram que os países que praticam as MI têm sido bem sucedidos na redução da sua taxa de inflação. Ao permitir isso e, por estar associado, em princípio, a um aumento de disciplina na política monetária ao conferir transparência nos procedimentos operacionais e responsabilidade aos decisores de política, este regime aumenta a credibilidade da autoridade monetária (AM).
Abstract: Due to the social and economic problems it can generate, inflation is at the center of government attention and, in many countries, it has been the first priority in policy formulation. As a result, a large number of countries have sought to ensure institutional independence for the central bank and statutorily direct monetary policy towards the primary objective of achieving some kind of price stability. To achieve the objective of price stability, there are 3 basic strategies that have been used by central banks: Exchange Rate Targets (MTC), Monetary Aggregate Targets (MM) and Inflation Targets (MI). For a long time, monetary policy was conducted based on intermediate targets, such as targets for the exchange rate and monetary aggregates. From the 1990s onwards, policy makers began to focus directly on inflation itself. This new approach to controlling inflation is called inflation targets. The break with the “old” strategies that had been practiced and the search for a new anchor for monetary policy (MP) is, in general, associated with the practical difficulties that these countries had to control inflation using both previous strategies. Empirical evidence shows that countries that practice IM have been successful in reducing their inflation rate. By allowing this, and because it is associated, in principle, with an increase in monetary policy discipline by conferring transparency in operating procedures and accountability to policy makers, this regime increases the credibility of the monetary authority (AM).(TRADUÇÃO NOSSA)
Palavras-chave: Inflação
Política monetária
Taxa de câmbio
Banco de Moçambique
Autoridade monetária
CNPq: Ciẽncias Sociais Aplicadas
Economia
Idioma: por
País: Moçambique
Editor: Universidade Eduardo Mondlane
Sigla da Instituição: UEM
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Economia
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://monografias.uem.mz/handle/123456789/964
Data do documento: 6-Out-2006
Aparece nas coleções:FACECO - Economia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006 - Lourenço Jr., Ivo Silvério2.46 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.